“Comunicação não verbal”, por Maria de Lima

In Noticiasby Natália Dias

O workshop acerca de comunicação não verbal ministrado pela reconhecida atriz Maria de Lima, foi um sucesso!

Este êxito deveu-se a vários fatores. O primordial foi a presença da Maria, muito dinâmica, que prendeu toda a audiência ao seu discurso. Esta artista tem uma grande expriência no campo do cinema, televisão e teatro, recebeu inclusivamente um prémio de Melhor Actriz nos Prémios A Capital.

Paralelamente, a plateia estava repleta de convidados. Muitos deles vieram assistir com o propósito de ouvir a atriz.

Acrescenta-se também o tema, comunicação não verbal, é de interesse geral porque é do conhecimento de todos a importância desta vertente comunicacional no nosso dia-a-dia, bem como a influência que tem sobre os outros.

No início do Learning Moment a Maria de Lima partilha uma experiência pessoal

A Maria de Lima inicia o workshop sobre comunicação não verbal informando que já participou num workshop onde tinha que encarnar uma personagem neutra. No entanto, esta tarefa revelou-se difícil porque um movimento mais particular ou uma forma de andar diferente conferiam imediatamente características a uma personagem que se queria indefenida. Portanto, todos nós deixamos indícios acerca da nossa personalidade através dos mais pequenos movimentos.

O envolvimento do ator com a personagem

Seguindo esta linha de raciocício, é importante que o ator tenha um envolvimento com o personagem, de forma a que até os mais pequenos pormenores sejam coerentes. Quando o artista se transforma noutra pessoa, o tom de voz terá que ser igualmente adaptado. Assim, deve-se ter sempre em atenção que a “variedade vocal tem que ser feita com conteúdo, tem que existir uma ligação emocional. Caso contrário o personagem soará a falso”.

A importância da voz

Portanto, a voz detém um papel fundamental. A voz projetada, cheia, que “não tem medo de andar para cima e para baixo”, capta muito mais a atenção de quem a está a ouvir.  Os atores têm que trabalhá-la muito, porque até o tom é incorporado no personagem.

Todas as pessoas que conseguem ter uma comunicação não verbal forte, como é o caso da projeção voz e fluência verbal, obtêm mair sucesso profissional. A Maria deu como exemplo as audições, é neste espaço que se perceciona muito bem a importância da linguagem corporal. Os atores que mais se destacam e que conseguem maior número de papéis são os que conduziram muito bem a entrevista. No entanto, nem sempre são os melhores.     

As organizações corporativas contratam atores para ajudar os funcionários a alterar a postura corporal

Inclusivamente, existem Empresas que contratam atores para ensinar aos funcionários a importância da linguagem corporal na comunicação. O tom de voz monocórdico, o corpo fechado ou tiques nervosos constituem exemplos de comportamentos negativos do ponto de vista da comunicação, em que as pessoas nem se apercebem que os estão a fazer.

Como saber se as pessoas estão mentir

Em tom de dica divertida, aprendemos que quando alguém fala e simultaneamente pisca muito os olhos, deverá estar a mentir. Esta informação foi preciosa porque pode-se sempre observar as pessoas com quem conversamos e tentar descobrir se estão a dizer a verdade!

Enfim, o Oeiras Toastmasters Club orgulha-se muito de ter tido a presença da reconhecida atriz Maria de Lima na sessão de dia 8 para falar sobre um tema a que todos estão sensíveis. É inegável que a comunicação não verbal tem um papel primordial na manutenção de relações interpessoais sólidas e construtivas.   

#OeirasToastmastersClub #Mariadelima #Workshopcomunicaçãonao verbal